sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

FBI derruba Megaupload e Anonymous promovem retaliação

"Enquanto fazemos 1 minuto de silêncio pelo Megaupload, usuários Premium fazem 30 segundos".

Depois de Luiza pregar uma peça em todos que ainda acreditavam que ela estava no Canadá, a noite foi marcada por uma reviravolta no mundo virtual. Primeira grande ação dos EUA contra a pirataria em 2012 resulta na remoção do maior, e por que não dizer, o melhor :), site de downloads do mundo.



O FBI e o Departamento de Justiça Norte Americano "derrubaram" o Megaupload e deteram todos os funcionários e dirigentes incluindo o CEO, Swizz Beats produtor de Hip Hop, sob a acusação de pirataria na rede. Um tribunal da Nova Zelândia já decretou nesta sexta-feira a prisão preventiva do fundador do Megaupload, Kim Schmitz, que é reclamado pelos Estados Unidos.

O fato despertou a ira do grupo hacker Anonymous que em resposta imediata desencadearam uma série de ataques, promovendo o blackout involuntário dos principais sites do governo americano, empresas e grupos de direitos autorais, confira os principais fatos:

No início da noite, por meio do Twitter, o grupo Anonymous declarou uma retaliação aos responsáveis pela queda. Eles derrubaram os sites da Universal Music (que acusa o Megaupload de pirataria) e do Departamento de Justiça dos Estados Unidos;

Sites da Record Industry Association of America - RIAA e a Motion Picture Association of America - MPAA também foram convidados a participar do blackout e foram derrubados, logo em seguida o US Copyright Office entrou na "bricandeira";

Em outro comunicado via Twitter, os Anonymous afirmam que este já era o maior ataque deles e avisaram ao público “Pegue pipoca… será uma noite longa e divertida”

Já era 22h00 quando o "The Internet Strikes Back" foi colocado como Trending Topic mundial. "Megaupload" também estava entre os tópicos mais comentados com 1800 tweets por segundo (de acordo com o grupo).

Às 22h22 os Anonymous afirmam ter trazido o Megaupload de volta no ar, no endereço www.megavideo.bz. O site foi imediatamente congestionado.

Às 22h26 foi a vez da Warner Music Group apagar as luzes;

Às 22h36 o FBI divulga informações sobre o fechamento do Megaupload, no qual aponta 7 pessoas envolvidas e duas corporações;

Às 22h43 o FBI entra no movimento NoSOPA, o site ficou fora do ar!

E finalmente às 00h13 o grupo hacker divulga um balanço das ações (http://migre.me/7BbCe ) que incluem ataque aos sites:

  • justice.gov
  • universalmusic.com
  • riaa.org
  • mpaa.org
  • copyright.gov
  • hadopi.fr
  • wmg.com
  • usdoj.gov
  • bmi.com
  • fbi.gov
E divulgação de dados pessoais do senador Christopher John Dodd e de seus familiares.

Segundo dados da Akamai, um monitor de tráfego na web, o tráfego chegou a ficar 24% maior que o normal para o horário.
Tráfego 24% acima do Normal. É possível identificar o foco dos ataques
Este foi o dia 19/01/2012 conforme @youranonnews "ontem foi o dia do blackout voluntário dos oponentes do SOPA; e hoje foi o dia do blackout involuntário dos apoiadores do SOPA".

Fontes: Olhar Digital e @AnonOps

Atualizações